• Infância, Artes e Patrimônio Educativo
    v. 8 n. 32 (2021)

    Nessa direção, os organizadores apresentam o dossiê intitulado “Infância, Artes & Patrimônios Educativos” que reúne pesquisas e estudos de nível nacional e internacional, está sendo coordenado por docentes de Universidades Brasileiras e Espanhola. Os estudos nas áreas de Infância, Artes & Patrimônios Educativos são as demarcações que protagonizam e configuram-se como elementos de possíveis conexões, reflexões e análises, nesta proposta. Este dossiê abarca o universo infantil e suas relações com as diferentes expressões artísticas (música, teatro, dança, artes visuais, cinema e literatura), bem como, com lugares de memória dos patrimônios educativos (museus, bibliotecas, grupos escolares, centros de memórias institucionais, acervos pessoais e diferentes memoriais físicos e virtuais).

    Organização:
    Dr. Ednardo Monteiro Gonzaga do Monti (Universidade Federal do Piauí – UFPI)
    Dr. José Carlos de Melo (Universidade Federal do Maranhão – UFMA)
    Dr. Pablo Álvarez Dominguez Universidad de Sevilla – Espanha

    Fevereiro de 2021.

  • Scientific knowledge to deal with today's challenges
    v. 8 n. 31 (2021)

    In this sense, scientific efforts are made in all societies, firstly, to foster and increase awareness, and secondly, to operationalize knowledge, and in the meantime, to enrich general knowledge. Therefore, it is of utmost importance to realize that those having general knowledge are endowed with a deep understanding of sociocultural issues can better recognize social world problems and harms, and even strive to find solutions. Accordingly, by putting their guidance into practice, which is to abandon some habits and behavioral characteristics, health can go back to normal. It is noteworthy that each nation has its own certain culture, customs, and rituals. So, family gatherings, religious ceremonies, public holidays and national celebrations, new behaviors during public transport, etc. are among cases demanding much more consideration in this respect.

    Organization:
    Prof. PhD. Farshid Hadi, Islamic Azad University, Iran
    Prof. PhD. Natalya B. Kudryavtseva, Saint Petersburg State University, Russia

    January, 2021.

  • Linguística aplicada, dialogismo e práticas sociais
    v. 8 n. 30 (2021)

    Com o presente dossiê, composto pelo conjunto de artigos apresentados, que fazem avançar discussões tão caras à Linguística Aplicada na sua articulação com a Análise Dialógica dos Discursos, esperamos contribuir com a divulgação de pesquisas de relevância social, bem como fundamentar outras pesquisas de igual caracterização, já que todo enunciado é apenas um elo na cadeia de comunicação discursiva (VOLÓCHINOV, 2017).

    Organização:
    Prof. Me. Silvio Nunes da Silva Júnior (UFAL)
    Prof. Dr. André Cordeiro dos Santos (IFAL)

    Janeiro de 2021.

  • Reavaliando a avaliação na educação infantil: abraçar a mudança
    v. 7 n. 29 (2020)

    O dossiê “Reavaliando a Avaliação na Educação Infantil: Abraçar a Mudança” organizado para a “Revista Humanidades & Inovação”  reúne artigos de pesquisadores do Brasil e Portugal engajados na superação de abordagens da avaliação na e da educação infantil somente em perspectivas comportamentalista, desenvolvimentista ou cronológica, as quais normatizam suas idades e fases da vida. A avaliação, atividade característica de todas as etapas da Educação Básica, perpassa por diversos dilemas e contradições, apresenta-se como um tema polêmico, polissêmico e que muitas vezes se encontra em uma linha tênue no seu pensar e fazer na educação infantil, principalmente quando compreendemos que a avaliação é um processo no qual o docente também poderá avaliar-se enquanto organizador e mediador das ações pedagógicas.

    Organização:

    Prof. Dr. Altino José Martins Filho (UDESC)
    Prof.ª Dr.ª Ana Cristina Coll Delgado (UNOESC)
    Prof. Dr. Lourival José Martins Filho (UDESC)

    Dezembro de 2020.

  • Infâncias e pesquisas: problematizações epistemológicas, metodológicas e éticas
    v. 7 n. 28 (2020)

    Temas como participação das crianças diretamente nas pesquisas, suas vozes, silenciadas ou escutadas, em ambientes rurais, ribeirinhos, em regiões centrais de uma grande cidade, onde parece impensável a presença de crianças em especial, “no centro” da cidade e da vida, entre ruas e avenidas, por vezes, inóspitas e vistas como desapropriadas às crianças. As pesquisas nos provocam, incômodos diante de um quadro de afastamento de crianças, desde bebês, de discussões urbanas e educacionais, e mais, deslocamentos, sobre nosso papel e presença diante das crianças... afinal, o que somos? Quais os princípios éticos que orientam nossas práticas de pesquisa? São tantos temas, tantas e tão importantes pesquisas que se entretecem ao longo do dossiê, são indissociáveis à medida em que umas conversam com outras contribuindo para a construção de um importante panorama sobre metodologias de pesquisas com crianças. Esperamos que gostem e que disto derivem novas pesquisas e diálogos.

    Organização:
    Prof. Dr. Cleriston Izidro dos Anjos (UFAL)
    Prof.ª Dr.ª Marcia Aparecida Gobbi (USP)

    Dezembro de 2020.

  • Educação sexual e sexualidade: desafios, modos de existência, saberes e linguagens
    v. 7 n. 27 (2020)

    Nos últimos anos o país tem enfrentado uma onda de conservadorismo e oposição a princípios básicos de cidadania e direitos, com cerceamento de iniciativas, estudos e pesquisas nas Ciências Humanas em geral e no campo da Sexualidade, em particular, notadamente aquelas que discutem Gênero e Educação Sexual. A Revista Humanidades & Inovação da Universidade Estadual de Tocantins (Unitins) apresenta a seus leitores o Dossiê: “Educação sexual e sexualidade: desafios, modos de existência, saberes e linguagens”.

     

     

    Organização:
    Prof. Dr. Paulo Rennes Marçal Ribeiro (UNESP, Araraquara-SP)
    Prof.ª Dr.ª Maria Regina Momesso (UNESP, Bauru-SP)
    Profª Ma. Solange Ap. de Souza Monteiro (UNESP, Araraquara-SP)

    Novembro de 2020.

  • Línguas de Sinais da América Latina
    v. 7 n. 26 (2020)

    O intercâmbio e a integração de pesquisadores, surdos e ouvintes, sempre esteve presente na América Latina. Os grupos de pesquisa nacionais e transnacionais e atuam de maneira a desvendar instâncias da diferença surda, a partir dos nossos saberes, das nossas complexidades e das nossas demandas locais. O Dossiê Línguas de Sinais da América Latina surge desse espírito colaborativo.

    Organização:
    Prof.ª Dr.ª Miroslava Cruz Aldrete (UAEM, México)
    Prof. Dr. Bruno Gonçalves Carneiro (UFT, Brasil)
    Prof. Dr. Carlos Roberto Ludwig (UFT, Brasil)

    Novembro de 2020.

  • Corporalidades, narrativas e conhecimentos insurgentes: um dossiê em tempos de intersecções de crises
    v. 7 n. 25 (2020)

    A iniciativa deste dossiê teve início em Junho de 2020 e se enraíza em uma temporalidade particularmente complexa, desafiadora e demandante no Brasil. Nós, e as/os demais autoras/es que integram este dossiê, produzimos nossos trabalhos arduamente em meio a instabilidades, incertezas e choque das notícias constantes sobre dezenas de milhares de mortes (que ainda ocorrem em nosso país no momento em que escrevemos essas linhas) devido a pandemia da COVID-19. Não bastando o horror da pandemia, tivemos - e ainda temos - que lidar com uma espécie de intersecção de crises, considerando a concomitância caótica de múltiplas crises para além meramente da pandêmica, como a econômica, a social, a política, a ética, a ecológica e a de direitos humanos que vem assolando o país e o mundo.

    Organização:
    Prof.ª Dr.ª Luciana de Oliveira Dias
    Prof.ª Dr.ª Cristiane Santos Souza
    Prof. Dr. Carlos Eduardo Henning

    Outubro de 2020.

  • Análise do Discurso: o que é e como se faz?
    v. 7 n. 24 (2020)

    A Análise do Discurso é uma teoria e um método de interpretação. Assim, examinar textos orais, escritos e multimodais nas suas relações com os sentidos circulantes na sociedade em busca de compreender como opera interpretações heterogêneas em suas regularidades, em suas irregularidades e em suas derivas é um objeto caro à Análise do Discurso. Portanto, dito, grosso modo, um pouco do propósito da Análise do Discurso, esperamos que os nossos colaboradores demonstrem como esta é empregada segundo suas múltiplas vertentes e em seus objetos variados. Nessa perspectiva, este dossiê visa fortalecer o diálogo no interior do campo da interpretação e possibilitar novas análises, permitindo, desse modo, que o que é se atualize no como se faz.

    Organização:
    Prof. Dr. Carlos Piovezani (UFSCar/PPGL)
    Prof. Dr. Thiago Barbosa Soares (UFT/PPG-Letras)

    Outubro de 2020.

  • O sopro da voz é criador
    v. 7 n. 23 (2020)

    Este dossiê O sopro da voz é criador, preparado por diversas vozes e mãos, foi motivo de superação e celebração, pois neste ano de 2020, a pandemia do Covid-19 se alastrou e obrigou as pessoas a se isolarem, fisicamente, o que resultou em transtornos diversos. No entanto, as vozes não se calaram. Desafiando tempos sombrios, luzes de conhecimentos das distintas áreas se acenderam e clarearam o mundo.

    Organização:
    Prof.ª Ma. Aluska Silva Carvalho
    Prof.ª Dr.ª Josebel Akel Fares
    Prof.ª Dr.ª Maria de Fátima Rocha Medina

    Setembro de 2020.

  • Literatura Infantil e Juvenil e Leitura
    v. 7 n. 22 (2020)

    Neste número, a Revista Humanidades & Inovação pretende discutir a interface entre literatura infantil e juvenil e a leitura a partir de artigos dedicados a pensar espaços de reflexão sobre as interfaces e interlocuções da literatura infantil e juvenil e da leitura.  Com base no diálogo proposto, o dossiê contempla estudos sobre teorias da leitura, análise diacrônica da recepção de obras literárias, leitura de literatura infantil e juvenil na escola, formação do leitor literário, estudos críticos sobre autores e obras da literatura infantil e juvenil. A intenção é compartilhar ideias surgidas de investigações e experiências pedagógicas que permitam ampliar o campo de estudos em questão.

     

    Organização:
    Prof. Dr. Fabiano Tadeu Grazioli
    Prof. Dr. Rosemar Eurico Coenga

    Setembro de 2020.

  • Autoria e estilo nos estudos de mídia com ênfase na ficção seriada televisiva
    v. 7 n. 21 (2020)

    A meta da publicação “Autoria e estilo nos estudos de mídia com ênfase na ficção seriada televisiva”, fruto da parceria da revista Humanidades & Inovação da Unitins com o Grupo de Pesquisa A-Tevê: Laboratório de Análise da Ficção Televisiva, do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Culturas Contemporâneas da Universidade Federal da Bahia, é fortalecer o debate sobre as abordagens metodológicas que tratam da ficção seriada para televisão, um dos fenômenos culturais mais potentes nas sociedades contemporâneas.

     

     

    Organização:
    Prof.ª Dr.ª Maria Carmem Jacob de Souza (UFBA)
    Prof.ª Ma. Thaiane Machado (UFBA)
    Prof.ª Dr.ª Kyldes Batista Vicente (Unitins)

    Agosto de 2020.

  • Direitos Humanos II
    v. 7 n. 20 (2020)

    A temática dos Direitos Humanos ocupa posição central no âmbito dos debates acadêmicos no Brasil e no mundo. Dita importância reside não apenas na difusão social do tema, mas na luta pela efetivação dos direitos humanos, consideradas as constantes e sistemáticas violações testemunhadas a todo momento.

    No imaginário social, a equivocada compreensão da noção de direitos humanos representa, por si só, a precariedade de nosso estágio civilizatório, a demonstrar o quanto ainda necessitamos caminhar na difusão social do respeito à integridade e à dignidade da pessoa humana.

    A elaboração do dossiê temático Direitos Humanos materializa este esforço, encontrando na Revista Humanidades & Inovação espaço privilegiado para a reunião de trabalhos de significativa importância, selecionados dentre os melhores artigos científicos produzidos sobre o tema e encaminhados à Revista.

    Organização:

    Bartira Macedo De Miranda (Profa. Associada de Direito da UFG)
    Tarsis Barreto Oliveira (Prof. Adjunto de Direito da Unitins)
    Vinícius Pinheiro Marques (Prof. Adjunto de Direito da UFT)

    Agosto de 2020.

  • Direitos Humanos I
    v. 7 n. 19 (2020)

    A temática dos Direitos Humanos ocupa posição central no âmbito dos debates acadêmicos no Brasil e no mundo. Dita importância reside não apenas na difusão social do tema, mas na luta pela efetivação dos direitos humanos, consideradas as constantes e sistemáticas violações testemunhadas a todo momento.

    No imaginário social, a equivocada compreensão da noção de direitos humanos representa, por si só, a precariedade de nosso estágio civilizatório, a demonstrar o quanto ainda necessitamos caminhar na difusão social do respeito à integridade e à dignidade da pessoa humana.

    A elaboração do dossiê temático Direitos Humanos materializa este esforço, encontrando na Revista Humanidades & Inovação espaço privilegiado para a reunião de trabalhos de significativa importância, selecionados dentre os melhores artigos científicos produzidos sobre o tema e encaminhados à Revista.

    Organização:

    Bartira Macedo De Miranda (Profa. Associada de Direito da UFG)
    Tarsis Barreto Oliveira (Prof. Adjunto de Direito da Unitins)
    Vinícius Pinheiro Marques (Prof. Adjunto de Direito da UFT)

    Agosto de 2020.

  • Educação Básica: Políticas e Gestão Educacional no Território do Tocantins
    v. 7 n. 18 (2020)

    Os diálogos que constituem o primeiro dossiê temático idealizado pela Secretaria da Educação, Juventude e Esportes do Tocantins (Seduc) – Educação Básica – Políticas e Gestão Educacional no Território do Tocantins sinalizam para o estreitamento das fronteiras entre o ensino, de maneira especial à educação básica, e a pesquisa científica.

    Organização:
    Dra. Maria da Conceição de Jesus Ranke (Seduc)
    Dra. Rosilene Lagares (UFT)
    Dra. Mariany Almeida Montino (Unitins)

    Julho de 2020.

  • v. 7 n. 17 (2020)

    No volume dois com temática livre da Revista Humanidades & Inovação, apresentamos aos leitores quarenta artigos, duas resenhas e uma entrevista, compondo a edição do mês de julho.

    Organização:
    Dr.ª Kyldes Batista Vicente
    Dr.ª Darlene Teixeira Castro

    Julho de 2020.

  • v. 7 n. 16 (2020)

    A equipe editorial da Revista Humanidades & Inovação, observando a divulgação científica e a popularização da ciência, apresenta aos leitores quarenta e três artigos, um relato de experiência e um ensaio na edição livre do mês de julho.

    Organização:
    Dr.ª Kyldes Batista Vicente
    Dr.ª Darlene Teixeira Castro

    Julho de 2020.

  • Amazônias
    v. 7 n. 15 (2020)

    A pesquisa sobre as Amazônias objetiva incluir os excluídos da história, mulheres, negros, campesinos, artesãos e todos os que permanecem lutando pelo reconhecimento de suas produções culturais, educacionais, sociais, políticas e econômicas. Todos os que pleiteiam políticas que atendam às suas singularidades.

    Organização:
    Profa. Dra. Jocyléia Santana dos Santos (UFT)
    Profa. Dra. Kyldes Batista Vicente (Unitins)

    Junho de 2020.

  • O Tocantins em direção ao desenvolvimento regional
    v. 7 n. 14 (2020)

    A conquista de melhores patamares de desenvolvimento regional é um grande desafio no mundo contemporâneo, perseguido nos quatro cantos do globo terrestre, e aqui no estado do Tocantins não seria diferente. Os níveis de desenvolvimento atingidos dependem de inúmeros fatores e contextos, porém sabemos que a história é fundamental no processo de aprendizado que nos leva a determinados caminhos. 

    Nosso objetivo com esse dossiê foi de reforçar o debate no Estado do Tocantins – Brasil pela via do conhecimento, pois sabemos que antes de tudo precisamos verbalizar através da linguagem as nossas construções para, posteriormente, concretizá-las. Assim, este dossiê busca trazer provocações, refl exões em diferentes níveis de maturidade, sobre um objeto avesso a modelos pré-determinados e a receitas prontas que são a conquista de melhores níveis de desenvolvimento para as regiões.

    Organização:
    Prof. Me. Augusto de Rezende Campos (Unitins)
    Profa. Dra. Darlene Teixeira Castro (Unitins)
    Prof. Dr. Waldecy Rodrigues (UFT)

    Junho de 2020.

  • Educação, Patrimônio e Paisagens Culturais
    v. 7 n. 13 (2020)

    Pensar a Educação, o Patrimônio e as Paisagens é refletir sobre a cultura e as imagens que carregamos em nós. É ativar a memória e lembrar, pensar o que somos, ver a cidade, o meio rural, e perceber que fazemos parte daquele contexto. É aí que se insere os estudos desse dossiê “Educação, Patrimônio e Paisagens Culturais”. Várias pesquisadoras e pesquisadores de muitas partes do Brasil atenderam o nosso chamamento e contribuíram com suas pesquisas. Pensaram e refletiram sobre cinema na sala de aula, literatura e teatro; trouxeram contribuições que problematizaram o patrimônio e refletiram sobre a paisagem local e regional.

     

    Organização:
    Profa. Dra. Mariza Silva de Araújo (IFESP)
    Prof. Me. Francisco Isaac Dantas de Oliveira (UFRN-PUC-SP)

    Maio de 2020.

  • Pedagogia da alternância: formações, saberes e experiências da educação do/no campo
    v. 7 n. 12 (2020)

    Os textos abordam desde os mais de 50 anos de Pedagogia da Alternância, passando pelas interrogações, seus caminhos e percursos no Brasil, com duas experiências pontuais da França.

    Destaca-se ainda os textos que abordam a formação de professores na Pedagogia da Alternância, assim como outros sobre formação continuada, formação integral, sobre o curso de licenciatura em educação do campo, a formação profissional, a integração saberes e conhecimentos escolares e o ensino médio.

    São estudos e pesquisas de pesquisadoras/pesquisadores brasileiros e franceses de universidades como: UFSCAR, UFMG, UFPA, UFT, UECE, UNEB, UFF, UEPA, UNIVERSITE DE TOURS, além de professoras dos sistemas de ensino estaduais e municipais com narrativas e experiência vivenciadas em Mato Grosso, Tocantins, Pará, Rio de Janeiro.

    Organização:
    Prof. Dr. Damião Rocha (UFT)
    Prof. Dr. Doriedson do Socorro Rodrigues (UFPA)
    Prof. Dr. Ronaldo Marcos L. Araujo (UFPA)

    Maio de 2020.

  • Histórias de Ensino no Brasil
    v. 7 n. 11 (2020)

    O dossiê Histórias de ensino no Brasil na revista Humanidades & Inovação aborda justamente essas histórias e lembranças, não apenas como registro da memória, mas também como fonte de informações que nos proporcionem a compreensão sobre a diversidade da escolarização no Brasil em tempos e lugares diferenciados, lugares sociais inclusive.


    Organização
    Prof.ª Dr.ª Olivia Morais de Medeiros Neta (UFRN)
    Prof.ª Dr.ª Maria Inês Sucupira Stamatto (UFRN)
    Prof.ª Dr.ª Kyldes Batista Vicente (Unitins)


    Abril de 2020.

     

  • A escolarização da Educação Física no Século XXI: desafios contemporâneos
    v. 7 n. 10 (2020)

    Neste número da Humanidades & Inovação, apresentamos 26 produções relativas à escolarização da Educação Física no Século XXI, enfatizando seus desafios hodiernos. A efervescência dessa questão foi abordada por diferentes óticas e perspectivas teóricas, denotando a riqueza conceitual e de concepções que têm impulsionado as discussões da/na Educação Física contemporânea. Espraiam-se artigos de pesquisa, relatos de experiência, ensaios teóricos e uma resenha para pensar caminhos para a efetivação de uma Educação Física historicamente situada e socialmente comprometida.

     

    Organização
    Prof. Dr. Rodrigo Lema Del Rio Martins (UFT)
    Prof. Dr. André da Silva Mello (UFES)
    Prof. Dr. Giuliano Gomes de Assis Pimentel (UEM)

    Abril de 2020.

  • Tecnologia da Informação, Educação e Inovação
    v. 7 n. 9 (2020)

    O presente dossiê nasce da parceria entre a revista Humanidades & Inovação da Unitins com o Programa de Pós-graduação em Modelagem Computacional de Sistemas – PPMCS da Universidade Federal do Tocantins – UFT na perspectiva do engajamento de diferentes profissionais com o objetivo de despertar a atenção dos leitores para os novos textos com resultados significativos para a sociedade.

    Organização:
    Drª. Darlene Teixeira Castro (Unitins)
    Dr. David Nadler (UFT)
    Dr. George França (UFT)

    Março de 2020.

  • Educação formal e não formal, cultura e currículo III
    v. 7 n. 8 (2020)

    O quadro de desigualdade social no Brasil vem conduzindo as políticas educacionais a se preocuparem com a evasão de alunos e neste contexto a reprovação é um dos elementos que acentua esse fenômeno. Quanto maior a evasão e a reprovação, mais acentuadas as divergências socioeconômicas e culturais num país e uma educação de qualidade pode conter os avanços da evasão e conter, inclusive, a evasão e o fracasso no ensino superior.

    Organização:
    Profa. Dra. Maria Cecília de Souza Minayo (FIOCRUZ)
    Profa. Dra. Kyldes Batista Vicente (Unitins)
    Prof. Dr. Renan Antônio da Silva (UNIS, UMC e UNESCO)

    Março de 2020.

1-25 de 75