MEMÓRIAS FORMATIVAS SOBRE AVALIAÇÃO PARA APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA

Palavras-chave: Estágio Curricular Supervisionado. Avaliação. Educação Física.

Resumo

A avaliação na formação inicial é uma das dimensões que compõem a atuação profissional nas disciplinas de estágio curricular supervisionado. Nesse contexto, as experiências formativas apropriadas no curso devem fundamentar a ação docente nessas disciplinas. O artigo objetiva discutir os sentidos atribuídos, por professores com formação em educação física, sobre suas experiências com avaliação durante os estágios supervisionados. Assume-se como método a pesquisa narrativa. Os participantes são seis docentes que concluíram o curso de formação inicial em educação física no ano de 2020. O instrumento de produção de fontes foi o grupo focal. A pesquisa destaca o olhar retrospectivo dos professores, sinalizando as respectivas preocupações em avaliar suas aulas e não as crianças, assim como a ausência da compreensão da especificidade da prática avaliativa na educação física. Conclui-se reforçando a necessidade de maior investimento em discussões sobre as concepções avaliativas e dos usos das práticas avaliativas voltadas à intervenção em educação física.

Biografia do Autor

Jhamisson Soares Pereira, Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Membro do Grupo de Investigação Pedagógica em Educação Física (Gipef/UFT).

 

Nayane Moia de Freitas, Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado Acadêmico - (PPGE/UFT). Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade do Estado do Pará (UFPA). Membro do Grupo do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Educação e Saúde da Amazônia (NUPESA/UEPA). Membro do Grupo de Investigação Pedagógica (Gipef/UFT).

 

Diego Tarcísio Matos de Sousa e Souza, Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado Acadêmico - (PPGE/UFT). Professor efetivo do Município de Ipixuná do Pará – PA. Licenciado em Pedagogia pela Faculdade União Cultural do Estado de São Paulo (2013). Membro do Grupo de Investigação Pedagógica em Educação Física (Gipef/UFT).

Marciel Barcelos, Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Doutor em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e do Colegiado de Educação Física da UFT. Membro do Instituto de Pesquisa em Educação e Educação Física (PROTEORIA/UFES). Líder do Grupo de Investigação Pedagógica em Educação Física (Gipef/UFT).

Referências

AGUIAR, T. B.; FERREIRA, L. H. paradigma indiciário: abordagem narrativa de investigação no contexto da formação docente. Educar em Revista, v. 37, n.74451, p. 1-22, jan./dez. 2021.

BARCELOS, M. Práticas avaliativas na educação física escolar: um estudo com professores de Miracema do Tocantins (TO). Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 18, n. 2, p. 131-136, jul. 2020.

BENITES, L. C. et al. Qual o papel do professor colaborador no contexto do estágio curricular supervisionado na educação física? Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v.20, n.4, p.13-25, 2012.

BONDÍA, J. L. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, v. 1, n. 19, p. 20-28, jan./abr. 2002.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017.

CALDERANO, M. A. O estágio supervisionado para além de uma atividade curricular: avaliação e proposições. Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 23, n. 53, p. 250-278, set/dez. 2012.

CARVALHO, J. P. X.; BARCELOS, M.; MARTINS, R. L. D. R. Infraestrutura escolar e recursos materiais: desafios para a educação física contemporânea. Revista Humanidades e Inovação, n, 4. v, 7. p. 1-25, 2020.

CHARLOT, B. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

COSTA, J. R.; ALCÂNTARA, R. L.; BARCELOS, M. A constituição da prática avaliativa: um estudo a partir dos documentos de estágio supervisionado em educação física. Temas em Educação Física Escolar, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, p. 217 – 228 jul./dez. 2020.

ESTEBAN, M. T. O Que sabe quem erra? Reflexões sobre a avaliação e fracasso escolar. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

FARIAS, G. O. et al. Preocupações pedagógicas de estudantes-estagiários na formação inicial em Educação Física. Motriz, Rio Claro, v.14 n.3, p.310-319, jul./set. 2008.

FROSSARD, M. L. Memórias da formação inicial e projeções para atuação docente: diálogos sobre avaliação com acadêmicos de educação física. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Educação Física e Desportos. Ufes. 2015.

HARLEN, W. Assessment & inquiry-based Science education: issues in policy and practice. Editora: Global Network of Science Academies. 2013.

HOFFMANN, J. Avaliar para promover: as setas do caminho. Porto Alegre, RS: Mediação, 2001.

LANO, M. B. Práticas cotidianas da Educação Física na transição da Educação Infantil ao Ensino Fundamental. 2015. 98f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Centro de Educação Física e Desportos, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2015.

LANO, M. B. Usos da avaliação indiciária na educação física com a educação infantil. 2019. 148f. Tese (Doutorado em Educação Física) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2019.

LIRA, A. A. D.; PASSEGGI, M. C. Aprendizagens do “tornar-se”, das experiências formadoras e da visibilidade: aproximações entre autobiografias e educação. Educar em Revista. v. 37, n 75688, p. 1-19, jan/dez. 2021.

LUIZ, I. C. et al. Práticas de apropriação dos professores de educação física nas formações continuadas: trilhando a produção de sentidos. Motrivivência, Florianópolis, v. 26, n. 43, p. 70-88, dez. 2014.

MACEDO, V. K. et al. Os estágios curriculares supervisionados nos cursos de licenciatura em educação física: uma revisão sistemática. Pensar a Prática, v. 20, n. 3, p. 514-27, jan./dez. 2017.

NÓVOA, A. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa., v. 47, n. 166, p. 1106-1133. 2017.

NÓVOA, A. Professores imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

RIBEIRO, V. T. et al. Preocupações pedagógicas e competência profissional de estudantes de Educação Física em situação de estágio. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 26, n. 1, p. 59-68, jan./mar., 2015.

SANTOS, R. G.; SOUZA, A. L.; BARBOSA, F. N. M. Estágio supervisionado I: o desafio da avaliação nas aulas de educação física escolar. Pensar a Prática, v.16, n.2, p. 501-518, 2013.

SANTOS, W. et al. Avaliação na educação física escolar: reconhecendo a especificidade de um componente curricular. Movimento, Porto Alegre, v. 21, n. 1, p. jan./mar. 2015.

SANTOS, W.; et al. Formação de professores em educação física e avaliação: saberes teóricos/práticos. Revista Contemporânea de Educação, v. 14, n. 29, jan/abr. 2019b.

SANTOS, W.; et al. Avaliação na educação física escolar: analisando as experiências das crianças em três anos de escolarização. Movimento, Porto Alegre, v. 25, p. 1-17, 2019.

SANTOS, W. Currículo e avaliação na educação física: do mergulho à intervenção. Vitória: Proteoria, 2005.

SANTOS, W.; MAXIMIANO, F. L. Memórias discentes em educação física na educação básica: práticas avaliativas. Movimento, Porto Alegre, v. 19, n. 2, p. 79-101, abr./jun. 2013.

SCHNEIDER, O.; BUENO, J. G. S. A relação dos alunos com o saber compartilhado nas aulas de educação física. Movimento, Porto Alegre, v. 11, n. 3, 2005.

SILVA JUNIOR, A. P.; OLIVEIRA, A. A. B. Estágio curricular supervisionado na Formação de professores de educação Física no brasil: uma revisão sistemática. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 24, n. 1., p. 77-92, jan./mar. 2018.

STIEG, R. Formação inicial em educação física nas universidades federais brasileiras: fundamentos teóricos das disciplinas de avaliação e práticas de leitura. 2016. 140 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) — Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, 2016.

VIEIRA, A. O. Por uma teorização da avaliação em educação física: práticas de leituras por narrativas imagéticas. 2018, 366 f. Tese (Doutorado em Educação Física) – Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Centro de Educação Física e Desportos, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2018.

VIEIRA, A. O.; SANTOS, W.; FERREIRA NETO, A. Práticas avaliativas indiciárias e os sentidos atribuídos ao aprender na educação física em nove anos de escolarização. Revista Humanidades e Inovação, Palmas, v. 7, n. 10, p. 200-217, 2020.

Publicado
2022-04-08
Seção
O PAPEL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA