Chamada para dossiê Educação em tempos de pandemia e outros cenários de crise: direitos, políticas, pedagogias, diversidade e exclusão

2020-06-16

Temos o prazer de convidá-lo/a para submeter seu texto para o Dossiê “Educação em tempos de pandemia e outros cenários de crise: direitos, políticas, pedagogias, diversidade e exclusão” a ser publicado na revista Humanidades & Inovação (Qualis CAPES A2). O cenário de pandemia tem trazido uma série de inquietações e desafios para a Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio em todas as suas modalidades) e para o Ensino Superior no Brasil e no mundo.

Além dos desafios educacionais do contexto de isolamento social criado pela necessidade de prevenção à covid-19, somam-se as dificuldades de parcela significativa da população brasileira e mundial cuja existência está permeada pelos mecanismos de exclusão social e pela luta por outros direitos básicos, como o direito à vida, à saúde e à moradia.

Dentre os desafios educacionais, se encontram o surgimento de perspectivas equivocadas de trabalho educacional não presencial, sustentadas pelas cobranças que recaem sobre a escola. Qual a importância, as possibilidades e os limites que as instituições de Ensino Superior têm no desenvolvimento de ações e estratégias que contribuam para que as escolas não percam a essência de sua finalidade e dos seus princípios? Como a Escola pode rever sua relação com as famílias nesses cenários de crise, já que é possível que existam prolongados períodos de isolamento? Como construir possibilidades metodológicas de pesquisas, de extensão universitária e de ensino que contribuam para a construção de conhecimento durante e pós-pandemias e outros cenários de crise? Como pensar formas de educação formal no contexto em que talvez sejam necessários meses de isolamento social? Como garantir amplo acesso às tecnologias - não necessariamente digitais - já que é possível que existam prolongados períodos de isolamento? Como garantir a implementação das políticas educacionais em um cenário de profundas diferenças e dificuldades de acesso às tecnologias da informação e da comunicação sem aprofundar as desigualdades sociais em períodos em que o isolamento pode ser a única forma de proteção à vida em alguns cenários de crise? Como garantir os direitos das crianças e dos adolescentes nesse contexto, dentre eles, o direito de brincar e o direito à cidade? Como redes e instituições de ensino, públicas ou privadas, podem se organizar diante de contextos de pandemias e outros cenários de crise, de forma que o direito à educação de todas crianças e adolescentes seja observado e respeitado? Há estudos sobre as determinações das autoridades, dos conselhos nacionais, estaduais e municipais de educação diante desse contexto de pandemia? Como andam as condições de exercício da profissão e os direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras da educação nesse cenário de pandemia e crise? É possível apontar experiências educativas inspiradoras nesse contexto de pandemia e cenários de crise, no Brasil ou em outros países?

Além das questões apresentadas, apontamos alguns eixos que, associados ao tema “educação em tempos de pandemia e outros cenários de crise”, podem contribuir como possibilidades de escrita:

  • Arte, ludicidade e literatura como atividades humanas e humanizadoras
  • Educação do/no campo
  • Educação e gênero
  • Educação Inclusiva
  • Educação indígena e quilombola
  • Educação Infantil (crianças pequenas desde bebês)
  • Ensino Fundamental
  • Ensino Médio
  • Ensino Superior
  • Escola, Currículo e Cultura
  • Formação docente – Educação Básica e Superior
  • Infâncias e cidade
  • Infâncias, suas famílias e movimentos sociais
  • Múltiplas linguagens na educação
  • Política educacional: avanços, retrocessos, limites e desafios
  • Relação família e instituições educacionais
  • Tecnologias Digitais da Informação e da Comunicação e EaD

 

Serão aceitos para avaliação: relatos de experiência (até 15 páginas), resenhas (até 10 páginas), entrevistas (até 25 páginas) e artigos (15 a 25 páginas). Os textos podem conter até 3 autores/as e recomenda-se que pelo menos um/a dos autores/as seja doutor/a.

 

O prazo final para envio do texto que comporá esta edição é dia 07 de setembro de 2020.

 

Atenção:

1) O autor não teve nenhum texto  publicado na Revista Humanidades & Inovação nas duas últimas edições.

2) O artigo não tem mais de três autores.

3) O autor não tem mais de dois artigos publicados na mesma edição.

4) No ato da submissão, seguir as diretrizes para autores(as) disponíveis no link: https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/about/submissions e indicar ao editor que se refere a proposta do Dossiê: “Educação em tempos de pandemia e outros cenários de crise: políticas, direitos, pedagogias, diversidade e exclusão”, coordenado pelos professores doutores/a Cleriston Izidro dos Anjos (UFAL), Mariany Almeida Montino (UNITINS) e Claudio Pinto Nunes (UESB).