ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO MODELO DE ENSINO REMOTO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES

Palavras-chave: Estágio Curricular Supervisionado. Educação Física Escolar. Ensino Remoto. Pandemia.

Resumo

O estágio curricular supervisionado é uma etapa profícua da formação, pois permite o contato dos professores em formação com os contextos de prática profissional. A pandemia da Covid-19 trouxe desafios, principalmente, com a emergência do ensino remoto nos mais variados níveis da educação. O presente texto tem como objetivo relatar a experiência de um estágio do curso de Licenciatura em Educação Física que ocorreu no modelo do ensino remoto no primeiro semestre de 2021. Compôs o conjunto de dados para o relato, os relatórios finais dos professores em formação. Foram evidenciados desafios como a dificuldade de acesso à internet e falta de manejo das tecnologias. No entanto, esse momento possibilitou novos aprendizados para, inclusive, garantir o processo ensino-aprendizagem de maneira segura.

Biografia do Autor

Fernando de Jesus Nascimento de Souza, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Licenciado em Educação Física, Universidade Federal do Amazonas (UFAM). 

Suzy Chrystine Vasques Guedes, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Mestranda em Educação pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Licenciada em Educação Física pela Universidade Federal do Amazonas. 

 

Victor José Machado de Oliveira, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Doutor em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas. 

Referências

ALMEIDA, U. R.; OLIVEIRA, V. J. M.; ALVES, M. G. G. Mapas conceituais como estratégia de formação em saúde na licenciatura em educação física. Cadernos de Formação RBCE, Florianópolis, v. 12, n. 2, p. 122-136, set. 2021.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70, LDA, 2009.

BAUMAN, Z. 44 cartas do mundo líquido moderno. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2013.

BENFER, E. et al. Eviction, health inequity, and the spread of COVID-19: housing policy as a primary pandemic mitigation strategy. J. Urban Health. v. 98, n. 12, p. 1-12, 2021.

BRASIL. Lei Nº 11.788, de 25 de setembro de 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996; revoga as Leis nos 6.494, de 7 de dezembro de 1977, e 8.859, de 23 de março de 1994, o parágrafo único do art. 82 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e o art. 6o da Medida Provisória no 2.164-41, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 2008.

BRASIL. Guia de Atividade Física para a População Brasileira. Brasília: Ministério da Saúde, 2021.

FARIA, B. A.; MACHADO, T. S.; BRACHT, V. A inovação e o desinvestimento pedagógico na Educação Física escolar: uma leitura a partir da teoria do reconhecimento social. Motriz, Rio Claro, v. 18, n. 1, p. 120-129, jan./mar. 2012.

GIGLIO, C. M. B. Residência Pedagógica como diálogo permanente entre a formação inicial e continuada de professores. In: DALBEN, A. I. L. de F. (et al). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente – Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

GODOI, M.; KAWASHIMA, L. B; GOMES, A. L. Temos que nos reinventar: Os Professores e o ensino da educação Física durante a pandemia de COVID-19. Dialogia, São Paulo, n. 36, p. 86-101, set./dez. 2020.

GOIS, P. K. M. et al. Reflexões sobre o impacto da pandemia na Educação Física Escolar. Revista Com Censo, Brasília, v. 8, n. 3, p. 220-227, ago. 2021.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Técnicas de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas. 2015.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec, Rio de Janeiro: Abrasco, 2013.

OLIVEIRA, V. J. M. Educação física para a saúde: uma aposta em (form)ação. Curitiba: CRV, 2022.

OLIVEIRA, V. J. M.; MARTINS, D. G.; PIMENTEL, N. P. O cotidiano da educação infantil e a presença da educação física na poética de ser criança. Pensar a Prática, Goiânia, v. 16, n. 1, p. 118-133, jan./mar. 2013.

SCHULZ, A. et al. Moving health education and behavior upstream: lessons from COVID-19 for addressing structural drivers of health inequities. Health Educ. Behav. v.47, n. 1, p. 519-524, 2020.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. São Paulo: Cortez, 2017.

SILVA, K. S. et al. Educação física escolar: Guia de Atividade Física para a População Brasileira. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, Pelotas, v. 26, e0219, 2021a.

SILVA T. M. S. et al. Formação inicial docente durante a pandemia: um relato de experiência de uma residente a partir do Programa Residência Pedagógica em Educação Física. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 19, n. 3, p. 1-7, set./dez. 2021b.

SILVA, A. F. O estágio Curricular durante a pandemia no Curso de Licenciatura em Educação Física - Unimontes. RENEF, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 57–62, 2020.

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL – STF (Brasil). Ação Direta de Inconstitucionalidade Nº 6341. ADI 6341. Partido Democrático Trabalhista (PDT). Relator: Ministro Marco Aurélio. 23 mar. 2020. Disponível em: http://portal.stf.jus.br/processos/detalhe.asp?incidente=5880765. Acesso em: 18 out. 2021.

Publicado
2022-04-08
Seção
O PAPEL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA