A RELAÇÃO AMOROSA O “FICAR” A PARTIR DO HABITUS E DA TRAJETÓRIA DE VIDA DOS JOVENS UNIVERSITÁRIOS

  • Natália Souza Nogueira Mestrado em Educação Sexual pela UNESP, Centro Universitário Central Paulista (UNICEP)
  • Luci Regina Muzzeti Departamento de Didática da UNESP, Faculdade de Ciências e Letras (UNESP)

Resumo

O "ficar" é uma relação amorosa caracterizada pela curta duração de tempo, pela falta de compromisso, e pelo envolvimento com vários parceiros. Diante do exposto, o objetivo desta pesquisa foi investigar o “ficar” por meio do habitus e da trajetória de vida dos jovens. A metodologia é qualitativa e a coleta de dados foi realizada por meio da entrevista semiestruturada; para tanto, foram entrevistados jovens entre 18 e 30 anos de idade, de ambos os gêneros, graduandos do curso de Pedagogia de uma Universidade Pública no interior do Estado de São Paulo. O referencial teórico de Pierre Bourdieu deu luz à interpretação dos dados obtidos. Os resultados da pesquisa revelam que o “ficar” é uma relação de curto prazo, sem vínculos e compromisso, sendo representado desde o ato de beijar até um estado pré-namoro. Além disso, conclui-se que faz parte do habitus dos jovens a vivência desse relacionamento.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Possui Mestrado em Fundamentos da Educação pela Universidade Federal de São Carlos (1992) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (1997). É professora assistente-doutora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Departamento de Didática, e professora do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar, na Linha de Pesquisa "Sexualidade, Cultura e Educação Sexual". É integrante do Núcleo de Estudos da Sexualidade - NUSEX e tem experiência na área de Educação, trabalhando com a abordagem de Pierre Bourdieu, com ênfase em pesquisas sobre habitus, gênero e trajetórias escolares.

Publicado
2017-12-13
Como Citar
NOGUEIRA, Natália Souza; MUZZETI, Luci Regina. A RELAÇÃO AMOROSA O “FICAR” A PARTIR DO HABITUS E DA TRAJETÓRIA DE VIDA DOS JOVENS UNIVERSITÁRIOS. Humanidades & Inovação, [S.l.], v. 4, n. 6, dec. 2017. ISSN 2358-8322. Disponível em: <https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/522>. Acesso em: 18 aug. 2018.