Chamada para dossiê LAÇO SOCIAL, SUBJETIVIDADE E ESPAÇO ESCOLAR: ENTRE LIMITES E POSSIBILIDADES NA CONTEMPORANEIDADE

2020-06-16

Neste dossiê, buscamos reunir artigos científicos que tematizem a relação entre laço social, subjetividade e o espaço escolar, propostos a partir de diferentes campos conceituais: Filosofia, Sociologia, Antropologia, Psicologia, Psicanalise, Linguística, Letras, entre outros. Pensar a perspectiva do laço social é assumir a ideia de que ele não é natural, mas uma construção que se dá partir das condições sócio-históricas e ideológicas dos sujeitos. A subjetividade, que tem ancoragem no e pelo campo social, possibilita o jogo de identificação que a escola demanda. Por isso, ela só se sustenta a partir do vínculo social entre seus atores sociais, mas, na ética contemporânea, que se regula cada vez mais pela lógica emocional, é preciso pensar que lugar a subjetividade ocupa e/ou deveria ocupar quando se pensa as diversas relações que se desenvolvem no espaço escolar. É, sob essa perspectiva, que convidamos os interessados a proporem trabalhos cuja chave de problematização seja: a realidade escolar, nos moldes da subjetividade concebida neste dossiê, sustenta-se em que tipo de laço social? Esse laço social já existe? Quais suas feições? Esse laço social aponta para a acentuação ou para a rarefação das relações no espaço escolar?

 

Organização:

Prof. Dr. Francisco Neto Pereira Pinto (UFNT/Unitpac)

Prof. Dr. João de Deus Leite (UFNT/Araguaína-TO)

Prof. Dr. Rubens Martins da Silva (Unitins/Seduc)

 

Prazo para submissão: 30 de abril de 2022.

 

Atenção:

1) O autor não teve nenhum texto  publicado na Revista Humanidades & Inovação nas duas últimas edições.

2) O artigo não tem mais de quatro autores.

3) O autor não tem mais de dois artigos publicados na mesma edição.

4) No ato da submissão, seguir as diretrizes para autores(as) disponíveis no link: https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/about/submissions e indicar ao editor que se refere a proposta do Dossiê: Formação de professores em tempos de crise: diferentes contextos