ALFABETIZAÇÃO, LEITURA E ESCRITA DE CRIANÇAS COM DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Layse Shuellen de Sousa Almeida Oliveira Universidade Estadual do Tocantins
  • Eraldo Pereira Madeiro Universidade Estadual do Tocantins – Câmpus Araguatins. https://orcid.org/0000-0003-2263-3952
Palavras-chave: Dificuldade de Aprendizagem, Alfabetização, Leitura e escrita

Resumo

O projeto de extensão “Alfabetização, leitura e escrita de crianças com dificuldades de aprendizagem nos anos iniciais do ensino fundamental” surge da vontade de docentes e acadêmicos de contribuir com a dinâmica de ensino-aprendizagem da leitura e escrita de educandos da rede municipal de ensino de Araguatins. Considera-se que a educação possui como potencial a formação de sujeitos mais conscientes dos processos sociais e históricos que os constituem. Quanto à linguagem, este projeto considera a concepção de linguagem que a compreende como instância mediadora entre os sujeitos e o mundo que os cerca. Considerando essas concepções, este projeto tem como principal objetivo contribuir para o desenvolvimento de competências e habilidades no uso da língua portuguesa por meio de oficinas de produção de textos. De maneira indireta, espera-se, especialmente, contribuir para que os participantes alcancem melhores resultados. Esta atividade de extensão, com intervenção no ambiente escolar, foi construída para propiciar aos graduandos a vivência da dinâmica da sala de aula n anos iniciais do ensino fundamental. Ao transitar nesses espaços, estudantes e participantes do Projeto de Extensão estabeleceram relações entre a equipe escolar.

 

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Layse Shuellen de Sousa Almeida Oliveira, Universidade Estadual do Tocantins

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Tocantins – Câmpus Araguatins. 

Eraldo Pereira Madeiro, Universidade Estadual do Tocantins – Câmpus Araguatins.

Doutor em Educação. Professor da Universidade Estadual do Tocantins – Câmpus Araguatins. Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Educação da Facultad Interamericana de Ciencias Sociales – FICS – PY. 

Referências

DEMO, Pedro. Educar pela Pesquisa. Campinas: Autores Associados, 1996

FANTACHOLI, F. N. O Brincar na Educação Infantil: Jogos, Brinquedos e Brincadeiras – Um olhar psicopedagógico. Revista Científica Aprender, 5 ed: 12/2011. Disponível em: www.revista.fundacaoaprender.org.br. Acesso em: 30 out. 2020.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia. Saberes Necessários à Prática Educativa. 25ª.ed. São Paulo: PazeTerra,1996.

PASSOS, C. L. B et al. O estágio supervisionado na licenciatura em matemática da UFSCar: quem ensina e quem aprende nesse contexto? Perspectivas da Educação Matemática, Campo Grande, v. 4, n. Temático, p. 51-68, 2012.

PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L. Estágio e docência. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2008.


NÓVOA, A. Os Professores – Quem são? Donde vêm? Para onde vão? IN: STOER, S. (org.), Educação Ciências Sociais e Realidade Portuguesa: uma abordagem Pluridisciplinar. Porto, Afrotamento, 1991.
Publicado
2021-06-16
Seção
Relatos de Experiência