PERDAS ECONÔMICAS DECORRENTES DE LESÕES EM CARCAÇAS BOVINAS DURANTE O TRANSPORTE PRÉ-ABATE: O CASO DO ESTADO DO TOCANTINS

Resumo

A bovinocultura de corte é uma das atividades econômicas mais importantes do estado do Tocantins. Todavia, perdas econômicas são atribuídas ao transporte dos bovinos até o abate. O objetivo da pesquisa foi estimar as perdas econômicas decorrentes do descarte de lesões nas carcaças bovinas causadas pelo transporte pré-abate no estado do Tocantins. A pesquisa foi realizada por meio de pesquisa bibliográfica e documental e 21 entrevistas semiestruturadas. As estimativas apontaram perdas econômicas em função da retirada de lesões nas carcaças que vão de R$ 179.907,00 a R$ 32.383.200,00 anualmente. Para produtores perdas ocorrem devido a retirada de lesões, reduzindo o rendimento de carcaça e o valor recebido por animal abatido. Para frigoríficos, quando apenas no processamento se detectam lesões. Para consumidores, são percebidas apenas no momento do preparo da carne. Falta capacitação dos atores profissionais que trabalham com o transporte de bovinos sobre os impactos do transporte à cadeia. Estudos futuros são sugeridos com o intuito melhorar capacitação dos atores desses profissionais.

Biografia do Autor

ALESSANDRA POLASTRINI, Universidade Federal do Tocantins

Mestrado em Desenvolvimento Regional no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Tocantins. Pós-graduação lato sensu em Ensino de Ciências e Biologia (2017) pelo Centro Universitário Claretiano. Graduada em Zootecnia (Bacharel) pela Universidade Católica do Tocantins (2011) e Licenciada em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Claretiano (2016). Trabalhou como professora pelo Fundo Nacional de Solidariedade - FNS (2015) e Gerente de Produção da Phostins Nutrição Animal (2015). Desenvolve pesquisas sobre a cadeia produtiva do leite utilizando a Global Value Chain, desenvolvimento regional e ensino. Foi professora na educação básica nas disciplinas de ciências, biologia, geografia, matemática, filosofia, ensino religioso e português nos colégios Dom Bosco e Marista e na Escola Darcy Ribeiro. Empresária e Assistente técnica em produção animal. 

Publicado
2021-06-23
Como Citar
POLASTRINI, A., Bracarense, L. dos S. F. P., & Pedroza Filho, M. X. (2021). PERDAS ECONÔMICAS DECORRENTES DE LESÕES EM CARCAÇAS BOVINAS DURANTE O TRANSPORTE PRÉ-ABATE: O CASO DO ESTADO DO TOCANTINS. AGRI-ENVIRONMENTAL SCIENCES, 7(1), 15. https://doi.org/10.36725/agries.v7i1.4146