ATOR SOCIAL E STATUS HOMOSSEXUALIDADE SOB A ÓTICA DE ÉMILE DURKHEIM E PIERRE FÉLIX BOURDIEU APÓS PRÁTICA DE EXTENSÃO/PESQUISA EM UMA ESCOLA “INCLUSIVA”

  • Renan Antônio da Silva Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP – Marília
Palavras-chave: Homossexualidade, Sociologia, Homofobia

Resumo

O objetivo deste texto é demonstrar o estado do conhecimento sobre a homossexualidade sob a ótica da sociologia após uma prática de extensão/pesquisa em uma escola destinada ao público LGBTTT fundada em 2009, que fechou suas portas em 2012. Recorre-se à literatura nacional e internacional para esta discussão que tem como conceito central a homofobia e como foco estratégico, a análise do trabalho de Émile Durkheim e Pierre Félix Bourdieu. A busca pelo respeito e pela dignidade homossexual passa pela criação de leis, movimentos e manifestos populares, pois a aceitação do "diferente" é o principal fator para a efetivação de garantias de direitos desse segmento social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renan Antônio da Silva, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP – Marília

Realiza Pós-Doutorado pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP – Marília e pela Universidade Federal de Alfenas – UNIFAL. Doutor em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP - Araraquara (2018), sendo bolsista no início do doutorado da Fundação para o Desenvolvimento da Unesp - FUNDUNESP (2015). Realizou estágio doutoral (Doutorado Sanduíche) com bolsa CAPES/PDSE, junto ao Centro em Investigação Social (CIS) pelo Centro Universitário de Lisboa - ISCTE - Portugal (2015-2016), sob processo de número 99999.006746/2015-02. Mestre em Desenvolvimento Regional e Políticas Públicas (2014). Possui graduação em Ciências Sociais (2011).

Referências

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Trad. Fernando Tomaz. 8. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005/1989.

DURKHEIM, Émile. As regras do método Sociológico. São Paulo: Editora Nacional, 1984.

MIRANDA, Luciano. Pierre Bourdieu e o campo da comunicação: por uma teoria da comunicação praxiológica. Porto Alegre, RS: EDIPUCRS, 2005.

SOUZA, Luiz Antonio Francisco de,. Sociologia da violência e do controle social. Curitiba: IESDE Brasil, 2011.

SILVA, Renan Antônio. Ensino, tecnologia e preconceito: diário de campo em uma escola destinada ao público LGBTTT no Brasil. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 12, n. esp., p. 1217-1233, 2017.

TEIXEIRA, Ricardo Rodrigues. Três fórmulas para compreender “O Suicídio” de Durkheim. Revista Comunicação, Saúde, Educação. Vol. 6, n° 11, ago. 2002.

TESKE, Ottmar et alli. Sociologia: Textos e Contextos. Canoas: Editora ULBRA, 1999.
Publicado
2019-03-13
Seção
Artigos