OBVIEDADES NÃO ÓBVIAS DA EDUCAÇÃO - EDUCAÇÃO NÃO PODE TUDO

Resumo

Educação pode muito. Não tudo. Disse Paulo Freire: “Se educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda” (2000). Mudar a sociedade é um empreendimento complexíssimo, ingente, incontrolável, que uma política sozinha não tem como sequer presumir. Em dimensão um pouco menor, mas ainda astronômica, educação sozinha não garante os direitos humanos, também porque, sendo naturalmente ambígua, gente educada pode arruinar a emancipação dos outros (Freire, 1997). Desenvolver consciência crítica não tem apenas a direção do bem; pode ter do mal. O exemplo mais clarividente é a emancipação europeia a partir do Iluminismo, modernismo científico, revolução industrial: a Europa se emancipou em muitos sentidos, mas coibiu a emancipação de outros povos, via colonialismo mormente (Harding, 1998; 2006; 2011).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Demo, Universidade de Brasília

Possui graduação em Filosofia - Bom Jesus (1963) e doutorado em Sociologia - Universität Des Saarlandes/Alemanha (1971). Professor titular aposentado da Universidade de Brasília, Departamento de Sociologia. Professor Emérito. Fez pós-doutorado na UCLA/Los Angeles (1999-2000). 

Renan Antônio da Silva, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP – Marília

Professor na Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), no Centro Universitário do Sul de Minas Gerais (UNIS) e pesquisador em diversos institutos. Pesquisador Associado em Projetos na FAPESP. Com Pós-doutorado em Ciências Sociais (UNESP/Marília) e Doutorado em Educação Escolar (UNESP/Araraquara).

Referências

ALTHUSSER, L. & BALIBAR, E. 1970. Para Leer el Capital. Siglo XXI, México.

ALTHUSSER, L. 1971. La Revolución Teórica de Marx. Siglo XXI, México.

ALTHUSSER, L. 1980. Ideologia e Aparelhos ideológicos do Estado. Editorial Presença, Lisboa.

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR (BNCC). 2018. Educação é a Base. MEC, Brasília – Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 23 de jul. de 2020.

BUONOMANO, D. 2011. Brain Bugs: How the Brain's Flaws Shape Our Lives. W. W. Norton & Company. N.Y.

CAPLAN, B. 2018. The case against education: Why the education system is a waste of time and money. Princeton U. Press.

CARROLL, S. 2012. The particle at the end of the universe: How the hunt for the Higgs Boson leads us to the edge of a new world. Dutton, N.Y.

CARROLL, S. 2016. The big Picture: On the origins of life, meaning, and the universe itself. Dutton, N.Y.

DAMÁSIO, A.R. 1996. O Erro de Descartes – Emoção, razão e o cérebro humano. Companhia das Letras, Rio de Janeiro.

DAVIES, P. & GREGERSEN, N.H. (Eds.). 2011. Information and the nature of reality. Cambridge U. Press.

DAVIES, P. 2019. The demon in the machine. Penguin.

DEMO, P. 2007. Pobreza Política – A pobreza mais intensa da pobreza brasileira. Autores Associados, Campinas.

DEMO, P. 2011. A força sem força do melhor argumento – Ensaio sobre “novas epistemologias virtuais”. Ibict, Brasília.

DEMO, P. 2015. Aprender como autor. Gen, São Paulo.

DEMO, P. 2018. Atividades de aprendizagem – Sair da mania do ensino para comprometer-se com a aprendizagem do estudante. SED/Gov. MS, Campo Grande. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1FKskDCxNB422PVhrjrDjD48S4cjsb77-/view. Acesso em: 22 de jul. de 2020.

DEMO, P. 2019. Direitos Humanos Supremacistas à Brasileira – De como fabricar cidadanias privilegiadas. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1q9IkToL5jPHSSfEXbJa8DAy8n-KWORjM/view. Acesso em: 22 de jul. de 2020.

DEMO, P. 2019a. Escola e cuidado. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1XKQDqJHfNMFEnN2gVF1n6yZmEmoYkS34/view . Acesso em: 23 de jul. de 2020.

DEMO, P. 2020. Aprender com suporte digital – Atividades autorais digitais. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1eyB_EJS-20fMQ73QIyZxx_8qbvT577aO/view. Acesso em 23 de jul. de 2020.

DEMO, P. 2020a. Educação do futuro – Como seria uma “escola” futura? – Disponível em: https://www.blogger.com/blog/post/preview/7712651276173782002/323883514811681531. Acesso em: 24 de jul. de 2020.

DEMO, P. 2002b. O que resta da escola na vida. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1swMQ-4m1DKJ4Nhfa_CbxrR4upYKZLPBG/view. Acesso em: 25 de jul. de 2020.

EBELING, R. 2019. For a New Liberalism. AIER – American Institute For Economic Research. Amazon, N.Y.

FREIRE, P. 1989. A Importância do ato de ler. Cortez, São Paulo. Disponível em: http://educacaointegral.org.br/wp-content/uploads/2014/10/importancia_ato_ler.pdf.Acesso em: 26 de jul. de 2020.

FREIRE, P. 1997. Pedagogia da Autonomia – Saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra, Rio de Janeiro.

FREIRE, P. 2000. Pedagogia da Indignação. Cartas Pedagogias e outros escritos. Ed. Unesp.

GERRISH, S. & SCOTT, K. 2018. How smart machines think. The MIT Press.

HABERMAS, J. 1989. Consciência Moral e Agir Comunicativo. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro.

HARDING, S. 1998. Is Science Multicultural? Postcolonialisms, feminisms, and epistemologies. Indiana University Press, Bloomington and Indianapolis.

HARDING, S. 2006. Science and Social Inequality - Feminist and postcolonial issues. Univ. of Illinois Press, Illinois.

HARDING, S. 2011. (Ed.). The Postcolonial Science and Technology Studies Reader. Duke University Press Books, Durham.

INAF (Índice de Alfabetismo Funcional). 2018. Inaf Brasil 2018. Pesquisa gera conhecimento, o conhecimento transforma. Ação Educativa/Instituto Paulo Montenegro, São Paulo.

KAUFFMAN. S.A. 2019. A world beyond physics: The emergence and evolution of life. Oxford U. Press.

KLEES, S. 2017. A critical analysis of the World Bank’s World Development Report on education. Bretton Woods Project. Disponível em: https://www.brettonwoodsproject.org/2017/11/critical-analysis-world-banks-world-development-report-education/. Acesso em 22 de jul. de 2020.

KOCH, C. 2019. The feeling of life itself – Why consciousness is widespread but can’t be computed. MIT Press.

LASZLO, E. (with Alexander Laszlo, Deepak Chopra, and S. Grof). 2016. What is reality? The new map of cosmos, consciousness, and existence. SelectBooks, N.Y.

LATOUR, B. 2013. An Inquiry into Modes of Existence – An anthropology of the moderns. Harvard University Press, Cambridge.

LUBIENSKI, C.A. & LUBIENSKI, S.T. 2013. The Public School Advantage: Why Public Schools Outperform Private Schools. University of Chicago Press, Chicago.

MEANS, A.J. 2018. Learning to save the future: Rethinking education and work in an era of digital capitalism. Routledge, London.

MEZIROW, J. & ASSOCIATES. 2000. Learning as Transformation – Critical perspectives on a theory in progress. Jossey-Bass, San Francisco.

MEZIROW, J. 1990. Fostering Critical Reflection in Adulthood: A guide to transformative and emancipatory learning. Jossey-Bass, New York.

MILANOVIC, B. 2019. Capitalism, alone – The future of the system that rules the world. Harvard U. Press.

MISIASZEK, G. 2018. Educating the global environmental citizen: understanding ecopedagogy in local e global contexts. Routledge.

NORTON, B. 2016. Intrinsic Motivation: How to motivate yourself from within and achieve your goals with blazing speed. Amazon, N.Y.

PACHECO, J. 2017. Reconfigurando a escola – Transformar a educação. Cortez, São Paulo.

PACHECO, J. 2019. Inovar é assumir um compromisso ético com a educação. Disponível em: https://mail.google.com/mail/u/0/#inbox/KtbxLrjNcfBChBxsgpmHXhZzHrrcrFTklB?projector=1&messagePartId=0.1. Acesso em: 22 de jul de 2020.

PANEK, R. 2011. The 4 percent universe: Dark matter, dark energy, and the race to discover the rest of reality. Mariner Books, Wilmington.

PIKETTY, T. 2020. Capital and Ideology. Harvard U. Press.

PISTOR, K. 2019. The code of capital: How the law creates wealth and inequality. Princeton U. Press.

SOARES, M. 2004. Alfabetização e Letramento. Contexto, São Paulo.

TAYLOR, E.W., CRANTON, P. & Associates. 2012. The Handbook of Transformative Learning – Theory, research, and practice. Jossey-Bass, San Francisco.

TIBA, Içami. 2007. Disciplina - Limite na medida certa. Integrare Editora, São Paulo.

TIBA, Içami. 2007a. Quem Ama, Educa! - Integrare Editora, São Paulo.

UNGER, R.M. & SMOLIN, L 2014. The singular universe and the reality of time: A proposal in natural philosophy. Cambridge U. Press, Cambridge.

WORLD BANK (WB). 2018. Learning – To realize education’s promise. The World Bank, Washington. Disponível em: https://openknowledge.worldbank.org/handle/10986/28340. Acesso em 28 de jul. de 2020.

WORLD BANK (WB). 2018a. Poverty and shared prosperity 2018 – Piecing together the poverty puzzle. Washington. Disponível em: https://openknowledge.worldbank.org/bitstream/handle/10986/30418/9781464813306.pdf. Acesso em: 28 de jul. de 2020.

WORLD BANK (WB). 2019. The Changing Nature of Work. The World Bank, Washington. Disponível em: http://documents.worldbank.org/curated/en/816281518818814423/pdf/2019-WDR-Report.pdf Acesso em: 30 de jul. de 2020.

ZUBOFF, S. 2019. The Age of Surveillance Capitalism: The fight for a human future at the new frontier of power. Profile Books, N.Y.

Publicado
2020-10-15
Seção
Ensaios