EXPERIÊNCIAS VIVIDAS COMO BOLSISTAS: UM ESTUDO AUTOBIOGRÁFICO DE DOCENTES E DISCENTES

Palavras-chave: Aprendizagem. Infância. Formação docente. Escola rural.

Resumo

Este estudo é parte de TCCs defendidos por duas bolsistas do Curso de Licenciatura de Pedagogia/Campus Palmas (UFT) sobre a vivência dentro do campo acadêmico com as seguintes questões de pesquisa: Como o lúdico pode potencializar o ensino aprendizagem do Ensino Fundamental? Qual a importância do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) para a formação e prática docente dos estudantes do curso de Licenciatura Pedagogia? Foi de natureza autobiográfica, que se deu a as observações e reflexões acerca das vivências como bolsista do PIBID. Refletimos sobre o processo da construção da infância, assim como a chegada da criança no Ensino Fundamental, de modo que esta, ainda pertence ao ciclo da infância. Entendemos que esta pesquisa abre espaços para pensar sobre o ingresso das crianças nesta nova etapa escolar e a utilização dos jogos e brincadeiras, também como forma de potencializar as diversas ações educativas que o lúdico proporciona. O resultado revela a compreensão das práticas das coordenadoras e supervisoras sobre o processo de formação de professores dentro da perspectiva do PIBID no curso de Pedagogia do campus de Palmas (TO).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliane Cristine da Silva Chaves, Universidade Federal do Tocantins

Bolsista Pibid, egressa do Curso de Pedagogia/UFT/Palmas.

Bruna Reges Furtado da Cunha, Universidade Federal do Tocantins

Bolsista Pibid, egressa do Curso de Pedagogia/UFT/Palmas. 

Denise Aquino Alves Martins, Universidade Federal do Tocantins

Coordenadora do Pibid (2015/2018). Orientadora do TCC de Cunha e Chaves (2018). UFT. 

Luciana Pereira de Sousa, Universidade Federal do Tocantins

Doutora em Educação UFMG, egressa do Curso de Pedagogia/UFT/Palmas. 

Referências

ALBINO, Sandra; MAGANHA, Josiane. As contribuições do PIBID ao processo de formação inicial de professores. Polyphonía, v. 25/1, jan./ jun. 2014, p. 99-113.

BAQUERO, Ricardo. Vygotsky e a aprendizagem escolar. Trad. Ernani F. da Fonseca Rosa. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

BARBATO, Silviane Bonaccorsi. Integração de crianças de 6 anos ao ensino fundamental. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

BRASIL. Acervos complementares: as áreas do conhecimento nos dois primeiros anos do Ensino Fundamental. Disponível em: www.mec.gov.br. Acesso em: 05 jan. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil/Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. - Brasília: MEC/SEF, 1998, volume: 1 e 2.

CARVALHO, A.M.C. et al. (Org.). Brincadeira e cultura :viajando pelo Brasil que brinca. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1992.

CHAVES, Juliane Cristine da Silva; BRITO, Tais Ferreira de Figueiredo. Diário de Bordo de acadêmicas do Pibid. Palmas –TO. 2017.

CHAVES, Juliane Cristine da Silva. LÚDICO: JOGOS E BRINCADEIRAS NA CONSTRUÇÃO PESSOAL DA CRIANÇA. TCC. Curso de Pedagogia. 2018, 57 p.

CRUVINEL, Beatriz; PANIAGO, Rosenilda. O papel do professor supervisor na mediação da aprendizagem da docência dos licenciandos no pibid, Rio Verde: IFTO, 2014.

CUNHA, Bruna Reges Furtado da. A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DOCENTE NA VISÃO DOS ENVOLVIDOS NO PROCESSO: PROFESSORES SUPERVISORES E COORDENADORES DE ÁREA. TCC. Curso de Pedagogia, campus Palmas- UFT. 39p

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio Ilustrado. Curitiba, PR. Positivo 2010 (online) Disponível em: https://dicionariodoaurelio.com/brincar. Acesso em: 15 jun. 2018. Dicionário FERREIRA, Aurélio (Publicado em: 24 de Setembro de 29016, revisado em: 27 de Fevereiro de 2017).

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. O Brincar e Suas Teorias. Ed. Eletrônica e capa, 1998, SP.

KISHIMOTO, Tizuco Morchida. Jogo, Brinquedo, Brincadeira e a Educação. São Paulo: Cortez, 2002.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Editora Atlas, 1992. 4a ed. p.43 e 44.

MARCONI, LAKATOS. Marina de Andrade, Eva Maria. Metodologia Científica. Ed. Atlas, 5ª edição, São Paulo, 2010.

MELO, Luciana; VALLE, Elizabeth. O brinquedo e o brincar no desenvolvimento infantil. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 23, n. 40, p. 43-48, jan./mar. 2005. Disponível em: https://www2.faccat.br/portal/sites/default/files/A%20IMPORTANCIA%20DO%20BRINCAR.pdf. Acesso em: 18 jun. 2018.

MOLUSCO, Lula. A importância de brincar na escola. (online) Disponível em: http://www.jornallivre.com.br/195025/a-importancia-de-brincar-na-escola.html. Acesso em: 15 jun. 2018.

NÓVOA, Antônio. Os professores e as histórias da sua vida. In: NÓVOA, Antônio (Org.) Vidas de professores. Porto: Porto Editora, 1992.

OLIVEIRA, Marta Kohl de. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento um processo sócio histórico. 4. ed. São Paulo: Scipione, 1997.

PIAGET, Jean. A equilibração das estruturas cognitivas. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

Projetos Escolares de SELETO, Vera Lúcia. Projetos Escolares. Disponível em: http://www.veraseleto.com.br. Acesso em: 27 mar. 2017.

ROCHA, Ruth Machado Louzada. Quando a Escola é de Vidro; com Ilustrações de Walter Ono. São Paulo: Ed. Salamandra. 2013.

Referencial Pedagógico para Educação Infantil do Município de Palmas. Uma Construção Participativa, Democrática e Dialógica. Palmas – TO. Nov,2012.

Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil (RCNEI). Vol. l. Brasília – DF.1998.

SILVA, Wagner Rodrigues; FERNANDES, Elizangela da Rocha; FIGUERAS, Monique Wermuth. Gêneros Discursivos em Atividades de Iniciação Científica com Alunos da Escola Básica. Palmas -TO: Universidade Federal do Tocantins - UFT. 2017 (Inédito).

SILVA. D.N. A desmotivação do professor em sala de aula, nas escolas públicas do município de São José dos campos - SP. 51 f Trabalho de Conclusão de Curso (especialização) Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Especialização em Gestão Pública Municipal Campus Curitiba, Paraná, 2012.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. A Formação Social da Mente. 6ª ed. São Paulo, SP. Martins Fontes Editora LTDA, 1998.

Publicado
2021-03-31
Seção
Artigos