MEDIAÇÕES CULTURAIS INCLUSIVAS FRENTE AO BULLYING

Palavras-chave: Educação Inclusiva. Experiência. Violência escolar. Bullying.

Resumo

O presente artigo é resultado das narrativas tecidas coletivamente em torno das Mediações Culturais Inclusivas realizadas no Colégio Universitário Geraldo Reis – COLUNI, com as turmas de Ensino Fundamental II, sob a égide do Projeto de Extensão – PROEX “Observatório de Educação: violência, inclusão e direitos humanos". Apoiados pela Teoria Crítica da Sociedade, a proposta visa impulsionar reflexões e movimentos de resistência às manifestações de bullying, preconceito e exclusão no âmbito escolar, por via das experiências estéticas suscitadas pelas mediações culturais inclusivas. Assim, neste trabalho trazemos a descrição e a análise, bem como nossos desafios e aprendizados gerados pelas três mediações culturais inclusivas desenvolvidas, a saber: Quem somos?, Os noticiários e a nossa vida e Bullying e preconceito – o que eu penso sobre isso?. Como resultado, destaca-se a potência da formação pelo encontro entre os estudantes da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense – FEUFF com os alunos do Colégio Universitário Geraldo Reis – COLUNI, essa relação alteritária culminou na reflexão sistemática, apoiada nos registros, diálogos e estudos, bem como em um aprendizado mútuo acerca do enfrentamento da violência, imbuídos no compromisso de desvendar as mazelas sociais que aquiescem as manifestações de preconceito, bullying e exclusão das diferenças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erika Souza Leme, Universidade Federal Fluminense -UFF

Doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense – PPGE/UFF. Professora Adjunta da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense – FEUFF/Niterói. Coordenadora do Projeto de Extensão – PROEX- “Observatório de Educação: violência, inclusão e direitos humanos". 

Felipe Fernandes Ribeiro, Universidade Federal Fluminense - UFF

Doutorando em Letras Vernáculas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro na linha de Literatura Brasileira Contemporânea. Graduando em Pedagogia pela Universidade Federal Fluminense – FEUFF. Bolsista PROEX do Projeto de Extensão - “Observatório de Educação: violência, inclusão e direitos humanos".

Millena Cristina Areas, Universidade Federal Fluminense - UFF

Acadêmica do 8º período de Pedagogia da Universidade Federal Fluminense – FEUFF/Niterói. Bolsista do Projeto de Extensão – PROEX, Formação Cultural e Educação Inclusiva: ampliando horizontes e diminuindo barreiras. Membro do grupo de Estudos Linguagem, Educação, Docência e Diversidade – GELEDD.

Rebecca Nunes Jacinto de Araújo, Universidade Federal Fluminense - UFF

Acadêmica do 10º período de Pedagogia da Universidade Federal Fluminense – FEUFF/Niterói. Voluntária do Projeto de Extensão PROEX - “Observatório de Educação: violência, inclusão e direitos humanos".

Paula Joana Souza de Cerqueira, Universidade Federal Fluminense - UFF

Graduada em Jornalismo pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso – Rio de Janeiro. Graduanda em Pedagogia pela Universidade Federal Fluminense – FEUFF/Niterói. Voluntária do Projeto de Extensão PROEX - “Observatório de Educação: violência, inclusão e direitos humanos".

Referências

ADORNO, T. W. Educação e Emancipação. São Paulo: Paz e Terra, 2010.
ADORNO, T. W. Palavras e Sinais: Modelos Críticos 2. Petrópolis: Vozes, 1995.
ADORNO, T. W.; HORKHEIMER, M. Temas básicos da sociologia. São Paulo, Cultrix, 1973.
COSTA, V. A.; LEME, E. S.; GUEDES, M. C. A narrativa como experiência na sociedade administrada: as possibilidades na formação do indivíduo. Nuances: estudos sobre Educação, Presidente Prudente-SP, v. 28, n. 2, p.212 - 226, Maio/Agosto, 2017.
CROCHICK, J. L. Preconceito e bullying: marcas da regressão psíquica socialmente induzida. Psicologia USP , 2019, volume 30, e 190006.
CROCHICK, J. L. Bullying, preconceito e desempenho escolar: uma nova perspectiva. São Paulo: Benjamin Editorial, 2017.
CROCHICK, J. L.. Formas de violência escolar: preconceito e bullying. Movimento, 3, 29-56. doi: 10.22409/mov.v0i3.270, 2015.
CROCHICK, J. L. (Coordenador). Preconceito e Educação Inclusiva. Brasília: SDH/PR, 2011.
HORKHEIMER, M.; ADORNO, T. W. Dialética do esclarecimento. São Paulo: Paz e Terra, 1985.
LARROSA, J. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. Rev. Bras. Educ. 2002, N. 19, P. 20-28.
LARROSA, J. Experiência e alteridade em educação. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v.19, n2, p.04-27, jul./dez. 2011.
WARSCHAUER, Cecília. A roda e o registro, uma parceria entre professor, aluno e conhecimento. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993, pp. 46-69.
WIGGERSHAUS, Rolf. A Escola de Frankfurt: História, desenvolvimento teórico, significação política. DIFEL: Rio de Janeiro. 2002.
Publicado
2019-12-13