CONSERVAÇÃO E MANEJO DE QUELÔNIOS NO ESTADO DO TOCANTINS – REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

  • Elias Maciel De Sousa Corrêa Universidade Estadual do Tocantins
  • Taynara Augusta Fernandes Instituto Tocantinense Presidente Antônios Carlos - ITPAC Porto Nacional
  • Marcus Vinícius Moreira Barbosa Universidade Estadual do Tocantins
Palavras-chave: Amazônia. Ecologia. Rio Araguaia. Conservação. Tocantins.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar produções cientificas que abordam aspectos ecológicos e a importância da conservação de duas espécies de quelônios encontradas na bacia do rio Araguaia, Podocnemis expansa (tartaruga-da-amazônia) e Podocnemis unifilis (tracajá). Espécies muito consumidas pela comunidade, ribeirinhos e índios que se encontram na região. Com a diminuição da quantidade de indivíduos dessas espécies a preservação se torna indispensável uma vez que seus habitats e sua reprodução estejam diretamente ameaçados por ação antrópica. Desse modo se faz urgente e necessário ações voltadas ao monitoramento das espécies de quelônios a fim de implementar estratégias concretas para preservação dessas espécies que apresentam importantes funções ecológicas na natureza. Somando esforços às ações de monitoramento encontram-se as ações de educação ambiental que visam conscientizar as comunidades ribeirinhas e tradicionais do manejo sustentável dos recursos  naturais para conservação da nossa biodiversidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elias Maciel De Sousa Corrêa, Universidade Estadual do Tocantins

Discente do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Estadual do Tocantins.

Taynara Augusta Fernandes, Instituto Tocantinense Presidente Antônios Carlos - ITPAC Porto Nacional

Docente do Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos, Câmpus de Porto Nacional – Tocantins. 

Marcus Vinícius Moreira Barbosa, Universidade Estadual do Tocantins

Graduado em Ciências Biológicas, Mestre em Ecologia, Doutor em Biotecnologia e Biodiversidade e Curador do Museu de Zoologia e Taxidermia José Hidasi da Universidade Estadual do Tocantins - Unitins. 

 

Referências

Alho, C.J.R.; Carvalho, A.G. & Padua, L.F.M. (1979). Ecologia da tartaruga da Amazônia e avaliação de seu manejo na Reserva Biológica do Trombetas. Brasil Florestal 9 (38): 29-47.

Bour, R. (2008). Global diversity of turtles (cheloni; Reptilia) in freshwater. Hidrobiologia Heidelberg 595:593-598.

Bujes, C.S. (2008). Considerações preliminares. Biologia e conservação de quelônios no delta do rio Jacuí - RS: aspectos da história natural de espécies em ambiente alteradas pelo homem. (Tese doutorado) Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de biociências. Porto Alegre, RS, Brasil p. 16.

Carvalho, A.V. (2015). Educação Ambiental no Desenvolvimento Sustentável Municipal. DESAFIOS. Revista Interdisciplinar da Universidade Federal do Tocantins 1(1):97-108.

Ernst, C.H. & Barbour, R.W. (1989). Turtles of the word. 1ª ed. Washington DC: Smithsonian Instituition Press. 313p.

Fachin-Terán, A. (2005). Participação Comunitária na Preservação de Praias Para Reprodução de Quelônios na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, Amazonas, Brasil. Uakari 1(1): 9-18.

Faria, V.A. & Mavasio, A. (2018). Aspectos sobre a caça, comercialização e consumo de quelônios na região do corredor ecológico Araguaia Bananal no estado do Tocantins. Revista Ouricuri 8(2): 80-103.

Ferrara, C.R.; Bernardes, V.C.D.; Waldez, F.; Vogt, R.C.; Bernhard, R.; Balestra, R.A.M.; Bataus, Y.S.L. & Campos, J.V. (2016). História Natural e Biologia dos Quelônios Amazônicos. Manual de Manejo Conservacionista e Monitoramento Populacional de Quelônios Amazônicos: IBAMA, Brasília. 170p.

Gibbon, J.W.; Scott, T.J.; Ryan, K.A.; Buhlmann, T.D.; Turberville, B.S.; Metts, J.L.; Geene, T.; Mills, Y.; Leiden, S.; Poppy. & Winne C.T. (2000). The global decline of reptiles, déjà vu amphibians. BioScience 50: 653-666.

Gibbs, J. P. & Amato, G. (2000). Genetics and demography in conservation. In: Klemen, M.W. (Ed.). Turtle conservation. Washington DC: Smithsonian Instituition Press. p. 207-217.

Ibama. (1989). Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Projeto Quelônio da Amazônia 10 anos. Brasília: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. 119p.

ICM-BIO. (2019). Instituto Chico Mendes de Biodiversidade. 1° Workshop Estratégias Para Conservação De Quelônios Da Amazônia: Proteção De Praias. 2011p. Disponível em: acesso em 29 out. 2019.

Malvasio, A.; Souza, A.M.; Molina, F.B. & Sampaio, F.A. (2003). Comportamento e Preferência Alimentar em Podocnemis expansa (sweigger), P. unifilis (Troschel) e P. sextuberculara (Cornalia) em Cativeiro (Testudines, Pelomedusidae). Revista Brasileira de Zoologia 20: 161-168.

MMA. (2016). Ministério do Meio Ambiente. Plano de Ação Nacional Para Conservação dos Quelônios Amazônicos. Brasília: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis e Ministério do Meio Ambiente. 119p.

Naturatins (2014). Instituto Natureza do Tocantins. Projeto Quelônios 2014. Disponível em: < https://naturatins.to.gov.br/noticia/2014/6/17/convite-a-imprensa-naturatins-divulga-plano-de-trabalho-do-projeto-quelonios-2014/> acesso em 29 out. 2019

Neill, W.T. (1965). - Notes on the five Amazonian species of Podocnemis (Testudinata: Pelomedusidae). Herpetologica 21(4): 287-294.

Pezzzuti, J.C.B. & Vogt, R.C. (1999). Nesting ecology of podocnemis sextubelata (Testudines, pelomedudidae) in the Japurá river, Amazonas, Brazil. Chelonian conservation and biology 3(3): 419-424.

Portelinha, T.C.G. & Bertoluci, J.A. (2010). Estrutura Populacional e Alometria Reprodutiva de Podocnemis expansa (Testudines, Podocnemididae) no Entorno do Parque Nacional do Araguaia, Tocantins. (Tese de Doutorado) Universidade de São Paulo, Piracicaba, SP, Brasil p.235. .

Pough, F.H.; Andrews, R.M.; Candle, J.E.; Crump, M.L.; Savitsky, A.H. & Wells, K.D. (2003). Herpetology. 3° ed. New Jersey: Pearson Prentice Hall. 736p.
Pough, F.H.; Heiser, J.B. & Janis, C.M. (2008). A vida dos vertebrados. 4. ed. São Paulo: Atheneu Editora. 684p.

Salera-Junior, G. (2016). Projeto Quelônio da Amazônia: um legado de história e conquistas. Editor Recanto Das Letras. 453p. .

Salera-Junior, G.; Balestra, R.A.M. & Luz, V.L.F. (2016). Breve histórico da conservação dos quelônios amazônicos no Brasil. Manual Manejo Conservacionista e Monitoramento Populacional de Quelônios Amazônicos. IBAMA, Brasília, p. 12-14.

Salera-Junior, G., Malvasio, A. & Portelinha, T.C.G. (2009). Avaliação da predação de Podocnemis expansa e Podocnemis unifilis (Testudines, Podocnemididae) no rio Javaés, Tocantins. Acta Amazônica 39 (1), 207-214.

Salera-Junior, G. & Portelinha, T.C.G. (2009). Avaliação de femeas Adultas de Podocnemiss Expansa Shweigger (Testudunes, Podocnemidae). Acta Amazônica 39(1): 197-204.

Smith, G.R.; Iverson, J.B. & Rettig, J.E. (2006). Changes in a turtle community from a Northern Indiana lake: a long-term study. Journal of Herpetology 40(2): 180-185.

Smith, N.J.H. (1979). Quelonios aquaticos da Amazonia: um recurso ameaçado. Acta Amazonica 9(1): 87-97.

Vogt, R.C. (2008). Tartarugas da Amazônia. Lima, Peru, 104 p.
Publicado
2020-10-15
Seção
Artigos