EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ATENÇÃO TERCIÁRIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA DE UM HOSPITAL MATERNIDADE LOCALIZADO EM SANTO ANTÔNIO DE JESUS, BAHIA

Palavras-chave: Atenção Terciária à Saúde. Projeto de Extensão. Cardiopatias

Resumo

As doenças cardiovasculares (DCV) representam a maior causa de morte no mundo. E o município de Santo Antônio de Jesus (Bahia) registra as DCV como maior causa de morbidade hospitalar. Neste contexto, em um projeto de pesquisa científica foi observada a necessidade de uma devolutiva aos pacientes cardiopatas admitidos em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Assim, uma atividade extensionista foi desenvolvida com ênfase na educação em saúde na atenção terciária, caracterizada como o nível mais complexo de atenção à saúde. Assim, o presente trabalho é um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, da atividade extensionista intitulada “Educação em saúde para pacientes cardiopatas na atenção terciária”, cujo objetivo foi dialogar com os pacientes e seus familiares com o auxílio de um folder, visando comunicar de forma simples e esclarecida, considerando o nível de escolaridade. Desenvolver e trabalhar com este material permitiu dar autonomia aos pacientes quanto à sua situação de saúde e a métodos de prevenção e cuidado. Portanto, a experiência nos proporcionou compreender potências e desafios dentro da UTI, além de observar a importância da comunicação do profissional de saúde através de ações educacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscilla Carvalho da Silva Ribeiro, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Discente, Bacharelado Interdisciplinar em Saúde com terminalidade em Nutrição, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB. 

Jamille Souza Costa Barreto, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Discente, Bacharelado Interdisciplinar em Saúde com terminalidade em Nutrição, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB. 

Adriane de Jesus Santos, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Discente - Bacharelado em Nutrição, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB. 

Vanessa Gomes Santiago, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Discente - Bacharelado Interdisciplinar em Saúde com terminalidade em Nutrição, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB. 

Danielle Brito Alves, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Discente - Bacharelado Interdisciplinar em Saúde com terminalidade em Nutrição, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB. 

Rebeca Araújo Borges, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Discente - Bacharelado em Nutrição, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB. 

Thamires Barros dos Santos, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Discente - Bacharelado Interdisciplinar em Saúde com terminalidade em Nutrição, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB. 

Simone Santos Menezes, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Discente - Bacharelado Interdisciplinar em Saúde com terminalidade em Nutrição, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB. 

Bianca Sena Bitencourt, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Nutricionista, Núcleo de Estudos em Nutrição Aplicada, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB. 

Carlos Alberto Soares da Costa, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Nutricionista, Professor Adjunto, Coordenador do Núcleo de Estudos em Nutrição Aplicada, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB. 

Referências

ALVES, Maria Nizete Tavares, et al. Metodologias pedagógicas ativas na educação em saúde. Id on Line Revista Multidisciplinar e de Psicologia (Piedade), v. 10, n. 33, 112-125, Jan, 2017.

ALVES, Gehysa Guimarães, AERTS, Denise. As práticas educativas em saúde e a Estratégia Saúde da Família. Ciência e Saúde Coletiva (Canoas), v.16, n.1, 319-325, Jan, 2011.

CIMADON, Hosana Maria Speranza, GEREMIA, Renata, PELLANDA, Lucia Campos. Hábitos Alimentares e Fatores de Risco para Aterosclerose em Estudantes de Bento Gonçalves (RS). Arquivos Brasileiros de Cardiologia (Rio de Janeiro), v.95, n.2, 166-172, Aug, 2010.

COSTA, Carlos Alberto Soares. Morbidade hospitalar, associada ao aparelho circulatório em Santo Antônio de Jesus – Bahia. Saúde e Pesquisa (Maringá), v.12, n.3, 611-617, Out, 2019.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GIANNOTTI, Anency. Prevenção da doença coronariana: Perspectiva psicológica em um programa multiprofissional. Psicologia USP (São Paulo), v.13, n.1, 167-195, Fev, 2002.

MACHADO, Maria de Fátima; MONTEIRO, Estela Maria; QUEIROZ, Danielle; VIEIRA, Neiva; BARROSO, Maria Graziela. Integralidade, formação de saúde, educação em saúde e as propostas do SUS - uma revisão conceitual. Ciência e Saúde Coletiva (Rio de Janeiro), v.12, n.2, p. 335-342, Mar, 2007.

Moura, Erly. Perfil da situação de saúde do homem no Brasil. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz - Instituto Fernandes Figueira, 2012.

Organização Pan-Americana de Saúde. Doenças Cardiovasculares. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5253:doencas-cardiovasculares&Itemid=1096. Acesso em: 27 mar. 2020.

Précoma, Dalton Bertolim, et al. Atualização da Diretriz de Prevenção Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia – 2019. Arquivos Brasileiros de Cardiologia (Rio de Janeiro). Disponível em: http://publicacoes.cardiol.br/portal/abc/portugues/2019/v11304/pdf/11304022.pdf. Acesso em: 02 jul. 2020.

TOLOI, Jerusa, et al. Atuação do nutricionista em unidade de terapia intensiva. Brazilian Society of Parenteral and Enteral Nutrition (São Paulo), v.29, n.1, Jul, 2014.

Publicado
2020-10-15
Seção
Relatos de Experiência