TIMES OF AGITATION AND CONCENTRATION OF NaOH TO CHARACTERIZE THE SOIL TEXTURE

  • Mauricio Vicente ALVES Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Pricila Delazeri Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Cristiano Nunes Nesi Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Michele Ribeiro Ramos Universidade Estadual do Tocantins

Abstract

The particle size distribution is an important index to assess the physical, chemical and biological attributesof a soil with practical applications in erosion and adsorption of nutrients. Thus, the aim of the present study was to test the effects of different concentrations of NaOH and agitation time for the particle-size distributions of four soils from the western region of Santa Catarina State, Brazil. Four soils were collected, being HumicCambisol, Histosols, Red Ferralsols and Red Nitisols, by sampling “A” horizon of the Cambisol, “H” horizon of the Histosols, and “B” horizons of the Ferralsols and the Nitisols. The hydrometer method was used to evaluate the texture through the variation of the agitation time (4, 8, 12, 16, 24 and 30 hours) and variation in concentrations of the chemical dispersant (NaOH: 0.1; 0.5; 1 and 2mol L-1) only at 16 hours of agitation. The clay content in the Cambisol was stabilized with the agitation time of 22.52h and 31,28h in
the Ferralsols. An adequate agitation time was not observed for the Histosols and the Nitisols was not influenced by the agitation times. For the concentrations of the chemical dispersant (NaOH), the clay content of the Ferralsols was stable with 1.16 mol L-1and the Nitisols with 0.92 mol L-1. The Cambisol and the Histosols, however, showed no stabilization of the clay content.

Author Biographies

Mauricio Vicente ALVES, Universidade do Oeste de Santa Catarina

É técnico em agropecuária formado pela Escola Agrotécnica Federal de Concórdia em 1997. Fez graduação em Agronomia (2004) e mestrado em Ciências do Solo pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2007). Concluiu o doutorado em ciências do solo pela Universidade Federal de Lavras 2010.  Pós - Doutorado na UTFPR campos Dois Vizinhos, com área de concentração em biologia e física do solo. Atualmente é professor tempo integral na área de solos da Unoesc nos cursos de Agronomia, Engenharia Florestal e Zootecnia e Diretor no Núcleo Regional Sul de Ciência do Solo - Gestão 2017/2018. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Biologia do Solo e Física do solo. Atuando principalmente nos seguintes temas: macrofauna, fauna do solo, mesofauna, tratamento de resíduos, uso de resíduos na agricultura,adubação orgânica, adubos orgânicos, reaproveitamento de rejeitos na agricultura, plantio direto, atributos físicos do solo, relação da física do solo com a macrofauna do edáfica.

Pricila Delazeri , Universidade do Oeste de Santa Catarina

Engenheira Florestal pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. Possui graduação em Gestão Ambiental pela Universidade do Oeste de Santa Catarina

Cristiano Nunes Nesi, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Possui graduação em Matemática pela Universidade do Planalto Catarinense (1998), graduação em Agronomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1999), mestrado em Agronomia (Estatística e Experimentação Agronômica) pela Universidade de São Paulo (2002) e doutorado em Agronomia (Produção Vegetal) na Universidade Federal do Paraná (2013). Atualmente é professor adjunto da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC) e membro do corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Sanidade e Produção Animal Aplicadas a Pequenas Propriedades. É pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri). Tem experiência na área de Estatística e Experimentação Agronômica e Epidemiologia de Doenças de Plantas, atuando no planejamento e análise de experimentos e modelagem de epidemias. Possui pesquisas em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Published
2019-05-10
How to Cite
ALVES, M. V., Delazeri , P., Nesi, C. N., & Ramos, M. R. (2019). TIMES OF AGITATION AND CONCENTRATION OF NaOH TO CHARACTERIZE THE SOIL TEXTURE. AGRI-ENVIRONMENTAL SCIENCES, 4(2), 34-40. Retrieved from https://revista.unitins.br/index.php/agri-environmental-sciences/article/view/907
Section
Artigo científico

Most read articles by the same author(s)