CIENCIOMETRIA: ANÁLISE QUALITATIVA E QUANTITATIVA DA LITERATURA CIENTÍFICA GLOBAL SOBRE ESTRESSES ABIÓTICOS EM Jatropha curcas L.

  • Karen Andreon Viçosi Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
  • Igor Alberto Silvestre Freitas Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
  • Edvan Costa da Silva Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
  • João Paulo Costa Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
  • Jefferson Ferreira da Silva Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
  • Franciely Magalhães Barroso Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
  • Luis Augusto Batista de Oliveira Universidade Estadual de Goiás, Câmpus Porangatu, Goiás
  • Cinthia Luzia Teixeira Silva Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
  • Fábio Santos Matos Docente, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi estudar e avaliar qualitativa e quantitativamente a produção científica sobre estresse abiótico em plantas de Jatropha curcas L. (pinhão-manso). Para a análise das publicações, foram utilizados os artigos indexados na plataforma Web of Knowledge. A pesquisa foi realizada através da busca de artigos com as palavras Jatropha curcas publicados durante o período compreendido entre 2005 e 2016, categorizados em ano de publicação; revista em que o texto foi publicado; tema do artigo; número de autores; país da pesquisa e idioma da publicação. Brasil, Índia e China são os principais países no desenvolvimento de pesquisas com estresses abióticos em plantas de pinhão-manso. A deficiência nutricional foi o principal tema das pesquisas desenvolvidas nestes países, sendo que o Brasil foi o país com maior número de publicações científicas. Neste país, a produção científica catalogada apresenta fator de impacto JCR entre 0 e 1.

Publicado
2019-05-10
Seção
Nota científica