DENSIDADE E POROSIDADE DE UM PLINTOSSOLO HÁPLICO SUBMETIDO A DIFERENTES TIPOS DE USO

  • DSc Luíz Paulo Benício OCP Group
  • Denyse Sousa Nascimento Agroll Consultoria Agronômica
  • João Paulo Prado de Melo Agroll Consultoria Agronômica

Resumo

Os Plintossolos são uma parcela significativa dos solos agrícolas do Estado do Tocantins. Dessa forma, é importante entender o comportamento desses solos quando submetidos a diferentes tipos de uso. O trabalho foi conduzido no município de Couto Magalhães-TO em um Plintossolo Háplico. Foi adotado o delineamento inteiramente ao acaso no esquema fatorial 3x2 três usos (mata nativa, plantio direto e plantio convencional) e duas profundidades (0-20 cm e 20-40 cm). Os usos do solo foram plantio direto, plantio convencional e mata nativa. Foi avaliado a porosidade do solo, densidade do solo e a correlação entre estes atributos. O sistema de plantio convencional aumenta a porosidade do solo e consequentemente reduz a densidade em ambas profundidades. Já o sistema de plantio direto resultou em um maior adensamento do solo, porém em valores que não limitam o cultivo, mostrando que os dois sistemas são viáveis para o cultivo neste tipo de solo.

Biografia do Autor

DSc Luíz Paulo Benício, OCP Group

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Tocantins (2010), mestrado em Produção Vegetal pela Universidade Federal do Tocantins (2012) e doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Federal de Viçosa (2016). Experiência como professor em cursos de graduação e pós graduação (Latu Sensu), atua com Gênese e Formação de Solos, Fertilidade do solo, Química do Solo, Nutrição de Plantas, Fertilizantes, Grandes Culturas, Fisiologia Vegetal.

Publicado
2021-06-23
Como Citar
Figueredo Benício, L. P., Sousa Nascimento, D., & Prado de Melo, J. P. (2021). DENSIDADE E POROSIDADE DE UM PLINTOSSOLO HÁPLICO SUBMETIDO A DIFERENTES TIPOS DE USO. AGRI-ENVIRONMENTAL SCIENCES, 7(1), 10. https://doi.org/10.36725/agries.v7i1.4589