ANÁLISE DO CRESCIMENTO DE MUDAS DE Eucalyptus sp. SUBMETIDAS A DIFERENTES DOSES DE GIBERELINA

  • Camila Lariane Amaro Universidade Estadual de Goiás
  • Stephany Diolino Cunha
  • Pedro Henrique França Grupioni
  • Paulo Vinicius de Sousa
  • Karolayne Lemes D’ Abadia
  • Isabella Batista Barros
  • Fábio Santos Mattos Universidade Estadual de Goías

Abstract

O presente estudo teve como objetivo identificar o efeito de diferentes concentrações de giberelina, especificamente ácido giberélico (GA3) no crescimento de clones de eucalipto urocam oriundos do cruzamento de Eucalyptus urophylla x Eucalyptus camaldulensis. O trabalho foi realizado na Universidade Estadual de Goiás, Câmpus Ipameri, Goiás. As mudas de eucalipto urocam (E. urophylla x E. camaldulensis) aos 100 dias de idade foram transferidas para vasos de cinco litros, contendo solo, areia e esterco, na proporção de 3:1:0,5, respectivamente. O experimento foi realizado em bancada a pleno sol, seguindo o delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos (plantas de E. urocam com 150 dias de idade foram tratadas com 30 ml de GA3, nas concentrações de 0 mg L-1; 25 mg L-1; 50 mg L-1; 100 mg L-1; 150 mg L-1; e 200 mg L-1 em aplicação única via foliar com auxílio de borrifador manual) e seis repetições. Aos 30 dias após a imposição dos tratamentos as plantas foram analisadas. A aplicação de giberelina proporcionou ajuste morfofisiológico das plantas alocando mais fotoassimilados para o caule, porém isso, resultou em menor particionamento do carbono para os órgãos fontes (folhas) e, por isso, a redução do crescimento em biomassa sob baixas concentrações de GA3. No entanto, nas concentrações superiores a 100 mg L-1 de GA3 as plantas apresentaram alocação de matéria seca para o caule e significativo incremento de biomassa total, sugerindo adequado investimento em órgãos fonte (folhas) e raízes para maior absorção de solução do solo para suportar o incremento no crescimento. A aplicação de ácido giberélico (GA3) em plantas de E. urocam proporcionou vigoroso crescimento vegetativo possibilitando maior estabelecimento em campo com elevado potencial de acúmulo de biomassa de interesse econômico (caule).

Published
2017-10-02
How to Cite
Amaro, C. L., Cunha, S. D., Grupioni, P. H. F., Sousa, P. V. de, Abadia, K. L. D., Barros, I. B., & Mattos, F. S. (2017). ANÁLISE DO CRESCIMENTO DE MUDAS DE Eucalyptus sp. SUBMETIDAS A DIFERENTES DOSES DE GIBERELINA. AGRI-ENVIRONMENTAL SCIENCES, 3(1), 24-29. Retrieved from https://revista.unitins.br/index.php/agri-environmental-sciences/article/view/452
Section
Artigo científico