AÇÃO DE Trichoderma spp. NO CONTROLE DE Fusarium sp., Rhizoctonia solani E Sclerotium rolfsii

  • Aloisio Freitas Chagas Junior Universidade Federal do Tocantins
  • Lillian França Borges Chagas Universidade Federal do Tocantins
  • Gil Rodrigues dos Santos
  • Albert Lennon Lima Martins
  • Magno Rodrigues de Carvalho Filho
  • Luciane de Oliveira Miller

Resumo

Fungos do gênero Trichoderma spp. são capazes de atuar como agentes de controle do crescimento de fungos patogênicos em várias plantas cultivadas. Diante disso, este trabalho teve como objetivo testar e selecionar isolados de Trichoderma spp. oriundos de áreas do Cerrado tocantinense, para o controle biológico, in vitro, de patógenos de solo da mesma região. Foram coletadas 116 amostras de solos de plantas de feijão e soja, das quais 50 apresentaram isolados de Trichoderma spp. e foram testadas contra os fungos patogênicos Fusarium sp., Rhizoctonia solani e Sclerotium rolfsii. Para testar a ação de Trichoderma spp. sobre esses fitopatógenos, foi utilizada a técnica de pareamento de culturas in vitro com resultados em escala de notas, adaptações e percentagem de colonização. Pela escala de notas, os isolados UFT 06, UFT 28, UFT 63 e UFT 85 foram eficientes antagonistas para todos os fitopatógenos. Na percentagem de inibição do crescimento dos fitopatógenos, 25 isolados com mais de 60% de inibição foram mais eficientes para S. rolfssi, cinco com 100% de inibição para R. solani e 32 isolados com mais de 70% para Fusarium sp.

Biografia do Autor

Lillian França Borges Chagas, Universidade Federal do Tocantins

Agronomia; Produção Vegetal; Microbiologia

Gil Rodrigues dos Santos

Agronomia; Fitopatologia; Produção Vegetal

Albert Lennon Lima Martins

Agronomia; Produção Vegetal; Microbiologia

Magno Rodrigues de Carvalho Filho

Biologia; Microbiologia

Luciane de Oliveira Miller

Agronomia; Fitopatologia; microbiologia

Publicado
2019-05-06
Seção
Artigo científico

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##